Após três rebeliões, detentos fogem de Casa do Albergado em GO

Cinco presos do regime semiaberto da Casa do Albergado, em Goiânia, fugiram na noite desta quarta-feira (11/1). Os internos abriram um buraco na parede do prédio. Desde o dia 1° de janeiro, três rebeliões marcaram o estado de Goiás. O primeiro motim resultou na morte de 9 detentos, 14 feridos e 106 foragidos no complexo prisional de Aparecida de Goiânia (GO).

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informou que dois dos fugitivos desta quarta foram recapturados, mas três ainda permanecem foragidos. Um procedimento administrativo será aberto para apurar as causas do incidente.

Ainda conforme a nota divulgada pela DGAP, os detentos que escaparam estavam bloqueados pelo Poder Judiciário, ou seja, não podiam sair da Casa do Albergado por terem descumprido alguma medida determinada pela Justiça. Eles aguardavam audiência.

Esse é o quarto incidente registrado no sistema prisional do estado em 2018. Na noite de quinta-feira (4), o segundo motim aconteceu no complexo de Aparecida de Goiânia. Presos tentaram invadir outras alas. Houve ainda a tentativa de explosão de uma granada e troca de tiros, no entanto a situação foi contida pelas forças de segurança.

A terceira rebelião, na madrugada de sexta (5), foi marcada por tiros, mas não houve feridos.