Copa das Confederações: Alemanha derrota Austrália na estreia

A Alemanha estreou nesta segunda-feira na Copa das Confederações com vitória sobre a Austrália por de 3 a 2, no estádio Fisht, em Sochi. Os gols alemães foram marcados por Stindl, Draxler (de pênalti) e Gortezka. Rogic e Juric descontaram para os australianos.

Com o resultado, os europeus assumiram a segunda colocação no Grupo B da competição, com a mesma pontuação do Chile, porém com um saldo de gols inferior, já que os sul-americanos venceram a seleção de Camarões por 2 a 0 no último domingo. Na próxima quinta-feira, a liderança do grupo será decidida: alemães e chilenos se encontram para um confronto direto, às 15h (de Brasília). Já a Austrália enfrenta Camarões, às 12h do mesmo dia para seguir viva na disputa por uma vaga na semifinal do torneio.

O jogo – A seleção alemã tomou conta do jogo logo nos minutos iniciais. Dominando o meio de campo e com belos passes, os europeus não demoraram para abrir o placar. Aos quatro minutos, em bela jogada na ponta direita, Julian Brandt encontrou Stindl sozinho na entrada da área. O meia chutou para abrir o placar.

Aos 41 minutos, Draxler errou passe na intermediária e deixou a defesa alemã exposta. Rogic aproveitou o vacilo para arriscar, a bola rebateu na zaga e voltou de novo para o meia, que não desperdiçou e empatou a partida. Um minuto depois, após boa jogada na entrada da área, Goretzka foi derrubado dentro da área e o árbitro assinalou pênalti para a seleção europeia. Draxler foi o responsável pela cobrança, deixando novamente a Alemanha em vantagem no marcador.

Logo no terceiro minuto da segunda etapa, a Alemanha ampliou o placar. Gortezka recebeu lançamento dentro da área e acertou um chute forte, sem chance para o goleiro australiano. A resposta não demorou para chegar. Após um chute de fora de Rogic, o goleiro Leno acabou dando rebote para Juric, que apenas teve o trabalho de empurrar para dentro do gol e diminuir a vantagem adversária aos 10 minutos.  A Austrália ainda tentou buscar o empate, mas parou no bom sistema defensivo dos atuais campeões do mundo.

(Com Gazeta Press)