Itália descobre bombeiros que provocavam incêndios

A polícia italiana descobriu um esquema de fraude envolvendo bombeiros que provocavam incêndios apenas para receberem o pagamento de horas extras, na cidade de Ragusa, na Sicília.

De acordo com a investigação conduzida pela Polícia de Estado, um grupo de 15 bombeiros causava incêndios propositais e simulava chamados de emergência.

Eles faziam isso para serem acionados pela corporação e receberem o pagamento de 10 euros – o equivalente a cerca de 36 reais – por hora extra trabalhada.

Os crimes foram cometidos durante 2013 e 2015. Os bombeiros admitiram às autoridades que saíam de seus postos, com a cumplicidade dos colegas de trabalho, para atearem fogo em vários lugares.

O escândalo veio à tona em um momento em que a Itália sofre recordes de calor, com maior incidência de incêndios florestais.