Médico lista mitos e verdades sobre silicone nos seios e amamentação

Na Semana Mundial do Aleitamento Materno, celebrada sempre na primeira semana de agosto, o médico Murillo Fraga, cirurgião plástico e professor da Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo, esclarece mitos sobre a interferência do silicone na amamentação.

A cirurgia de implantação do silicone nos seios é a segunda mais realizada no Brasil. A primeira é a lipoaspiração, segundo a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética (Isaps). Veja o que as mulheres devem saber antes de optar pelas próteses mamárias:

O silicone ou implante mamário prejudica a amamentação?
Mito
 – Não há correlação entre a inclusão do implante mamário e a interferência com a lactação. Os implantes mamários são colocados sempre abaixo da glândula mamária (subglandular, subfascial ou submuscular), portanto, não há lesão das estruturas anatômicas relacionadas à lactação.

A incisão para a colocação da prótese mamária interfere na produção do leite?
Verdade 
– Existem três tipos de incisões para a colocação das próteses de silicone nas mamas: axilar, de auréola e de sulco da mama. A incisão pela auréola é a menos indicada, pois atravessa a glândula mamária podendo causar prejuízos futuros para quem pretende amamentar.

O silicone ou implante mamário prejudica a amamentação?
Mito 
– A incisão pelo sulco da mama é utilizada na maioria dos casos, com a colocação da prótese de forma subglandular, subfascial ou submuscular (abaixo das glândulas, fáscia e músculo peitoral, respectivamente) preservando a glândula mamária.

A colocação de implante mamário interfere na produção do leite?
Mito
 – A produção do leite não é afetada pelo silicone desde que o implante seja colocado de forma a preservar as glândulas mamárias e ductos de saída do leite. O volume de alimento depende da sucção do bebê, esvaziamento das mamas e condição hormonal de cada mulher.

O implante interfere na sucção do bebê?
Mito
 – Não. O principal fator materno que pode prejudicar a sucção do bebê é a presença do mamilo invertido, lesões cutâneas da região areolar e do mamilo, mastites e as alterações hormonais.

A amamentação causa flacidez em mulheres com silicone gerando a necessidade de cirurgia de correção das mamas?
Verdade
 – Durante a gestação ou amamentação naturalmente ocorre o aumento das mamas, independentemente da presença do implante. Dependendo do ganho de peso durante a gestação, do volume e grau de flacidez inicial da mama, pode haver a necessidade de correção cirúrgica após a lactação.